Uncategorized

Na falta de ideias, um orgulho

Um título nem sempre transmite a mensagem certa para o leitor. Este, no entanto, creio eu, seja mais do que auto explicativo. Não quero que a primeira página do meu blog fique vazia, porque, se ela ficar vazia, vai continuar assim eternamente e volto a estaca zero. Logo, NÃO! NÃO deixarei que fique vazia.

Porém, sobre o que falar? É quase meia noite, minha família inteira está dormindo (porque eles mantêm um horário saudável de sono) e não tenho como sequer colocar uma musiquinha de fundo para criar um clima inspiracional (aquele momento em que possivelmente eu criei um neologismo. Fazer o quê? Algumas pessoas Legislam. Outras Neologislam). Sendo assim, o que me resta além de fazer um relato detalhado sobre um orgulho?

Você que está lendo este texto, talvez, seja um fã da aclamada série britânica chamada Downton Abbey. Se afirmou positivamente com a cabeça, então, sabes que esta maravilhosa, paradoxal criação da terra do chá das cinco está chegando ao seu derradeiro fim. Se acenou que “não” com a cabeça, e ao menos for fã de alguma série que já se concluiu, deve entender o quão deprimente é isso. Afinal, cinco anos não são dez dias (?).

Para extravasar um pouco da minha dor/sofrimento, passei a minha tarde de Segunda-feira, normalmente improdutiva, mas, nas férias, todo dia é dia de ser feliz… Passei a minha tarde de Segunda-feira editando um vídeo. Um vídeo contemplando o meu amor maior dentro de Downton Abbey. Mary & Matthew Crawley. Sim, leitor, eu sou daquelas que choram quando o casal pega na mão um do outro pela primeira vez… E não, isso não é patético. Enfim, no intuito de prestar homenagem a esses dois, me vali de uma quote sensacional de outra série: “One Tree Hill”

It was a comet. The boy saw the comet and he felt as though his life had meaning. And when it went away, he waited his entire life for it to come back to him. It was more than just a comet because of what it brought to his life: direction, beauty, meaning. There are many who couldn’t understand, and sometimes he walked among them. But even in his darkest hours, he knew in his heart that someday it would return to him, and his world would be whole again… And his belief in God and love and art would be re-awakened in his heart. The boy saw the comet and suddenly his life had meaning.

Lindo, sim ou claro? Também acho. Então, como a mãe orgulhosa que sou, eis aqui:

 

Aos interessados…

Isso foi só, por hoje.

See you…

xoxo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s